cro

sábado, 21 de fevereiro de 2015

[Filme] Caminhos da Floresta, de Rob Marshall


Título Original: Into the Woods
Título em Português: Caminhos da Floresta
Realização: Rob Marshall
Argumento: James Lapine
Elenco Principal: Meryl Streep, Anna Kendrick, Chris Pine
Ano: 2014 | Duração: 125min

Sinopse:
“Caminhos da Floresta” é uma abordagem moderna dos adorados contos dos irmãos Grimm, combinando os enredos de algumas histórias de eleição e explorando as consequências dos desejos e feitos das personagens. Este musical bem-humorado e emocionante acompanha os contos clássicos de Cinderela (Anna Kendrick), o Capuchinho Vermelho (Lilla Crawford), João e o Pé de Feijão (Daniel Huttlestone) e Rapunzel (MacKenzie Mauzy), unidos numa história original que envolve um padeiro e a sua mulher (James Corden e Emily Blunt), o seu desejo de iniciar uma família e a sua interação com a bruxa (Meryl Streep) que os amaldiçoou.

Opinião:

Com uma banda sonora impressionável, Caminhos da Floresta é um filme da Disney que nos traz ao cinema a magia dos musicais da Broadway. Com um elenco de bons actores como Meryl Streep, Johnny Deep e Anna Kendrick, entre outros, o filme vai repescar alguns contos de fadas dos irmãos Grimm.

Uma das partes que mais gostei do filme (por mais macabro que possa parecer) foi terem mostrado o corte do dedo grande do pé de uma das irmãs da Cinderella e o calcanhar de outra – ainda que o corte não tenha sido directamente visualizado -, como no conto original (não é spoiler dado que os contos são do século XIX).

Os príncipes são dois pãezinhos sem sal, como nós víamos nos primeiros filmes da Disney (anos 30, 40, e 50). Gostei da frase “ I was raised to be charming, not sincere” exactamente pela sua sinceridade e pelo quanto os príncipes da Disney (não todos, é claro) se enquadram nesta categoria.

Meryl Streep, como sempre, com uma performance fantástica no papel de bruxa. Se há alguém que fica bem com cabelo azul, é ela!

Johnny Deep está um pouco ofuscado, acho que como lobo podia ter trazido mais à sua personagem.

Tinha grandes expectativas, acho que não atingiu o esperado mas, no entanto, foi um bom filme de entretenimento, que poderia ter desenvolvido muito mais as histórias individuais de cada personagem, os seus contos, diga-se.

Em resumo, um musical da Disney com características muito próprias e uma twist que nos deixa com a mensagem final “Careful what you wish for” mas que, para mim, é mais “Magic always comes with a price”, e todos temos de aprender a lidar com as consequências das nossas acções.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Todxs são bem-vindxs a contribuir para este blog, mas apenas pedimos que o façam de forma respeitosa e coordenada.